De acordo com uma pesquisa feita pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) estima-se que, por ano, são gastos 100 bilhões de reais com acidentes ocupacionais.

Para isso, existem 3 custos que devem ser levados em consideração:

• Custo direto: Essa despesa corresponde aos gastos hospitalares, internações, cirurgias (caso necessário) e tudo que for preciso para tratar as sequelas. A empresa também deve arcar com o auxílio-acidente e é obrigada por lei a pagar pelos primeiros 15 dias de afastamento.

• Custo indireto: Nessa despesa estão todos os gastos consequentes do acidente, como reparo da empresa, contratação temporária, despesas com perícias, atrasos de cronograma, etc.

• Custo judicial: Não é sempre que acontece, mas seu colaborador tem direitos e pode fazer uso deles. Um acidente de trabalho pode resultar em um processo e custar muito à sua empresa.

Esses gastos poderiam ser facilmente evitados com medidas de segurança no trabalho. Comece identificando todos os riscos e corrija, um laudo completo vai ajudar você. Além disso, é preciso treinar seus colaboradores corretamente e oferecer os equipamentos individuais de segurança.

Somos especializados em realizar o serviço de laudos e treinamentos de segurança do trabalho.

Entre em contato!

Skip to content