As avaliações são realizadas no ambiente de trabalho com o objetivo de identificar os agentes existentes no local, capazes de causar danos à saúde dos trabalhadores, sendo classificados em: Riscos Físicos, Riscos Químicos e Riscos Biológicos.

Esses agentes ambientais são avaliados e quantificados conforme metodologia específica para cada tipo de agente. As avaliações ambientais são de extrema importância para subsidiar os programas de prevenção (LTCAT, PPRA, PGR, PCMAT, PPR, PCA, PPP).

Dessa forma a empresa terá evidências objetivas com relação à exposição do trabalhador aos agentes existentes no ambiente de trabalho, avaliando assim a necessidade ou não da implantação de medidas preventivas.

Contamos com profissionais especializados para o serviço.

Entre em contato e faça um orçamento!

A NR-12 é a norma que regulamenta o uso de máquinas e equipamentos, determinando medidas de proteção obrigatórias que as empresas devem tomar para assegurar o bem-estar, a segurança e a integridade física dos seus colaboradores.

Grande parte dos acidentes ocorridos no local de trabalho acontecem por falha humana. Trabalhadores podem esquecer de desligar os equipamentos, bloquear a energia ou de sinalizar e comunicar que alguma atividade está sendo realizada em uma parte perigosa da máquina.

Por isso é indispensável que sua equipe seja capacitada. O nosso treinamento é específico para quem trabalha com prensa, bombas e motores, equipamentos manuais elétricos e orientação da norma.

Entre em contato e peça o seu treinamento!

De acordo com uma pesquisa feita pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) estima-se que, por ano, são gastos 100 bilhões de reais com acidentes ocupacionais.

Para isso, existem 3 custos que devem ser levados em consideração:

• Custo direto: Essa despesa corresponde aos gastos hospitalares, internações, cirurgias (caso necessário) e tudo que for preciso para tratar as sequelas. A empresa também deve arcar com o auxílio-acidente e é obrigada por lei a pagar pelos primeiros 15 dias de afastamento.

• Custo indireto: Nessa despesa estão todos os gastos consequentes do acidente, como reparo da empresa, contratação temporária, despesas com perícias, atrasos de cronograma, etc.

• Custo judicial: Não é sempre que acontece, mas seu colaborador tem direitos e pode fazer uso deles. Um acidente de trabalho pode resultar em um processo e custar muito à sua empresa.

Esses gastos poderiam ser facilmente evitados com medidas de segurança no trabalho. Comece identificando todos os riscos e corrija, um laudo completo vai ajudar você. Além disso, é preciso treinar seus colaboradores corretamente e oferecer os equipamentos individuais de segurança.

Somos especializados em realizar o serviço de laudos e treinamentos de segurança do trabalho.

Entre em contato!

As Normas Regulamentadoras foram criadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ao todo são 37 NR’s, tendo como seu principal objetivo: preservar a saúde e a integridade dos trabalhadores.

As NR’s se aplicam tanto para o empregador quanto para o empregado. Mas, para as empresas é fundamental o cumprimento das normas. Caso contrário, a organização pode levar multas, processos judiciais e outras complicações.

Investir no cumprimento das NR’s gera credibilidade junto ao mercado. As normas garantem um trabalho mais organizado, mais produtivo e mais seguro.

Somos capacitados em avaliar e deixar a sua empresa de acordo com a Normas Regulamentadoras necessárias.

Entre em contato!

O ruído ocupacional é identificado quando um som excessivo e inquietante permeia o ambiente onde o trabalhador está realizando suas atividades.

Essa condição pode acarretar uma série de prejuízos ao trabalhador, que vão além de estresse e dores de cabeça, podendo contribuir para a perda auditiva, comprometendo seu rendimento profissional.

Somos capacitados a oferecer o serviço Laudo de Avaliações Ambientais, que tem como um dos seus objetivos avaliar o nível de ruído na sua organização e garantir um ambiente seguro e produtivo para você e seus colaboradores.

Entre em contato e peça hoje esse serviço!

A NR10 é uma Norma Regulamentadora que estabelece os requisitos e condições mínimas objetivando a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, interajam em instalações elétricas e serviços com eletricidade.

Por isso o treinamento acerca dessa norma é indispensável para você colaborador.

Entre em contato e agende um horário!

Quando o assunto é animal peçonhento ninguém quer ficar por perto! A NR-31 trata sobre o manejo de animais peçonhentos e tem como objetivo transmitir ao profissional o conhecimento correto para lidar com esse tipo de bicho.

Veja alguns exemplos de animais peçonhentos:

🐍 Cobras
🕷️ Aranhas
🦂 Escorpião
🐜 Formigas
🐝 Abelhas
🦟 Vespas e maribondos

O curso é fundamental para colaboradores que trabalham em lugares onde há o risco de encontrar esses animais, como: agricultora, obras, etc.

Exerça sua função com segurança, entre em contato e agende um horário!

O capacete de segurança é um dos EPI’s mais utilizados no mundo. É um equipamento obrigatório em muitas áreas profissionais, é destinado à proteção da cabeça do trabalhador contra impactos causados por quedas de materiais, batidas e, dependendo do modelo, até mesmo contra choques elétricos.

Existem diferentes tipos de Capacetes de Segurança, dentre as classificações dadas pela NR-6, os três principais modelos são:

✔️ Tipo 1: Capacete de Segurança com aba total;
✔️ Tipo 2: Aba frontal;
✔️ Tipo 3: Sem aba.

Além dos modelos, há duas definições adjacentes: Classe A e B. Os Capacetes de Segurança Classe A protegem contra o impacto de objetos. Os de Classe B protegem não somente contra impactos, mas também contra choques elétricos.

O uso do Capacetes de Segurança é obrigatório e essencial para a sua proteção.

Quer conhecer mais sobre os nossos treinamentos de segurança? Entre em contato!

O objetivo do PPR (Programa de Proteção Respiratória) é controlar, ou minimizar, o índice de doenças ocupacionais causadas pela inalação de impurezas no ar que são prejudiciais à saúde: poeiras, fuligem, fumos, névoas, fumaças, gases químicos e vapores.

As medidas exigidas pelo programa são práticas OBRIGATÓRIAS para todas as empresas onde o uso de respiradores é necessário.

Manter a sua empresa de acordo com o que o PPR exige é fundamental para ter um ambiente seguro, produtivo e dentro das normas.

Entre em contato e faça um orçamento!

O mapa de risco é uma representação gráfica do layout de todos os ambientes de uma empresa, indicando os tipos e grau de risco que cada colaborador está exposto em um determinado local.

Para realizar essa indicação, o mapa de risco é ilustrado através de círculos e cores. O tamanho do círculo representa o grau de risco: pequeno, médio e o grande.

Enquanto a cor indica a natureza do risco:

• Verde: riscos físicos — ruído, vibração, temperatura elevada, radiação, frio, pressão e umidade;

• Vermelho: riscos químicos — poeira, gás, fumos, névoas, substâncias químicas em geral;

• Marrom: riscos biológicos — vírus, bactérias, fungos e demais micro-organismos;

• Amarelo: riscos ergonômicos — postura, esforço e repetição de tarefas;

• Azul: riscos de acidentes — incêndio, explosão, choque, quedas, fraturas, etc.

A função primordial do mapa de risco é conscientizar e informar os funcionários, de forma visual e didática, sobre os perigos existentes em cada local de trabalho.

Além de ser uma ferramenta normativa e de instrução, ele minimiza acidentes e protege a saúde e o bem-estar de todos os colaboradores.

Nós realizamos o mapa de risco da sua organização. Entre em contato!

Skip to content